Complexo Eólico Umburanas é apresentado às comunidades de Gruna e Demanda

Obras de implantação do empreendimento foram iniciadas em novembro

Complexo Eólico Umburanas é apresentado às comunidades de Gruna e Demanda

A ENGIE iniciou no mês de novembro as obras do Complexo Eólico Umburanas, localizado nos municípios de Umburanas e Sento Sé, na Bahia.O projeto foi apresentado na última quinta-feira (30/11) aos moradores das comunidades de Gruna e Demanda, situadas nas áreas de influência direta do empreendimento.

Na oportunidade a equipe apresentou as características do projeto e tirou dúvidas da população referente à obra. “A reunião foi uma oportunidade de estreitar laços com as comunidades, responder aos questionamentos da população, esclarecer assuntos e nos colocar à disposição para garantir o bem estar de todos, em meio às mudanças inerentes ao processo de implantação do Complexo”, destacou o gerente da obra Murilo Boselli.

Durante os encontros os participantes elegeram seus representantes para acompanhar a implantação do empreendimento por meio de reuniões periódicas da Comissão de Acompanhamento do Empreendimento- CAE. “A CAE é uma forma de assegurar o envolvimento e a participação das comunidades abrangidas e promover a troca das informações entre as partes envolvidas”, informou Boselli.

Em sua primeira fase, o projeto Umburanas contará com 18 centrais eólicas em um total de 144 aerogeradores e 360 MW instalados. As obras civis serão executadas pela empresa Seta Engenharia, que já deu início aos serviços de abertura de acessos e terraplanagem. As próximas etapas da obra contemplam: Escavação e Implantação das fundações dos aerogeradores, montagem eletromecânica,implantação de Redes de Média Tensão e Linha de Transmissão, comissionamento, testes para operação e operação comercial.

O Complexo Umburanas foi adquirido pela ENGIE Brasil Energia da Renova Energia S.A, por R$ 17 milhões e a expectativa é de que aproximadamente R$ 1,8 bilhões de reais sejam investidos no empreendimento nesta primeira etapa, que deve ser concluída em junho de 2019. Junto com o Complexo Eólico Campo Largo, em implantação na mesma região, Umburanas compõe um cluster de energia renovável da ENGIE na Bahia com potencial de 1.400 MW eólicos e outros 200 MW de fonte solar. 

Ascom/ENGIE Brasil

Deixe Seu Comentário