Estudantes de Feira de Santana fazem aulas de campo e se encantam com a Chapada Diamantina

Estudantes de Feira de Santana fazem aulas de campo e se encantam com a Chapada Diamantina

Estudantes do Colégio Estadual Juiz Jorge Faria Góes, localizado em Feira de Santana (108 km de Salvador), acompanhados de seus professores, realizaram, neste final de semana, uma visita pedagógica à Chapada Diamantina. Trata-se de um projeto multidisciplinar desenvolvido na unidade desde 2014, com o objetivo de fortalecer o aprendizado em diversas áreas do conhecimento. Além de encantados com as belezas naturais e a magia da região, os alunos ficaram entusiasmados com a palestra sobre Astronomia, bem como com as visitas às grutas e caminhadas nas trilhas, atividades com as quais revelam ter absorvido conteúdos importantes sobre a história do lugar, as formações geológicas e a bioquímica das águas, entre outros.

Participaram do projeto de visitação à Chapada Diamantina estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio da unidade escolar. Um deles, Vinícius Santos, 19, 3º ano, conta que essa foi a experiência “mais impactante” que teve em toda a sua vida. “Tudo ali é inexplicável, é surreal. A beleza nos encanta de uma forma que nunca mais esqueceremos da Chapada. Já quero voltar para explorar outros conhecimentos voltados a diversas áreas, como a da Astronomia, que eu achei incrível porque aprendemos muito sobre as constelações”.

O colega Ian Carneiro, 12, 8ª ano, completou: “Eu nunca vi um céu tão estrelado como o da Chapada Diamantina. Fiquei impressionado. Foi minha primeira vez na Chapada e posso dizer que o lugar é surreal. O Poço Azul é divino, inesquecível. A palestra sobre Astronomia também foi marcante porque aprendi muito sobre o nosso universo. Também aprendi sobre a história do lugar, que já foi mar há mais de 600 milhões de ano. Não vejo a hora de voltar à Chapada no próximo ano”.

O professor de Educação Física e vice-diretor da unidade escolar, Fellipe de Abreu, atesta que os estudantes voltaram da viagem deslumbrados. “Todo ano realizamos este projeto pedagógico nessa região rica e cada professor explora a sua área. Para a sua realização, durante todo o ano letivo os nossos estudantes promovem diversas atividades, como venda de lanches, para arrecadar fundos que são investidos em hospedagem, alimentos e transporte. O objetivo da viagem, além da parte pedagógica, é de despertar nos nossos alunos o fato de que eles podem realizar os seus sonhos com organização e determinação”.

O educador conta, ainda, que o roteiro cumpriu trilhas, como a realizada na primeira noite na Chapada, em direção ao Poço Azul, seguida da palestra com o astrônomo Fernando Monareto. Os estudantes também realizaram visitas às grutas da Lapa Doce e da Pratinha, além do Morro do Pai Inácio e da Cachoeira do Mosquito.

Deixe Seu Comentário